Regulamento Super Copa Trail

A Super Copa Trail da Revista Trail Running será realizado em território Nacional nas modalidades Equipe e Individual. As disputas serão definidas por livre competição com ranking Nacional e Regional, adulto e juvenil, tanto para atletas do sexo masculino quanto feminino.

  1. Rankings:

Art. 1º: Haverá somente um ranking para todas as distâncias, onde a disputa seguirá as seguintes regras:

Parágrafo 1. Haverá dois rankings nacionais, por equipes e individual, sendo que o individual se dividirá em Adulto e Juvenil e em cada um serão premiados atletas masculinos e femininos.

Parágrafo 2. O Ranking Nacional será o principal e deles serão extraídos os todos os outros resultados de ranking.

Parágrafo 3. Haverá, ainda, os rankings Regionais, por equipes e individual, sendo que o individual se dividirá em Adulto e Juvenil e em cada um serão premiados atletas masculinos e femininos.

Parágrafo 4. As equipes e atletas individuais poderão se cadastrar na Super Copa Trail a qualquer tempo, sendo certo que somente passarão a pontuar daquela data em diante, mesmo que tenham competido em eventos anteriores pertencentes ao Circuito.

1.1 Ranking – Equipes

Art. 2º: Toda equipe poderá se habilitar para a Super Copa Trail preenchendo o formulário constante no site da Revista Trail Running (www.rtrailrunning.com.br).

Parágrafo 1. Qualquer equipe poderá se cadastrar desde que tenha no mínimo 2 atletas habilitados no site da Revista Trail Running. As equipes não terão limite de atletas.

Parágrafo 2. Todo atleta, para se habilitar na Super Copa Trail, deverá se cadastrar e pagar a taxa anual de filiação, ou se tornar assinante da Revista Trail Running.

Parágrafo 3. Toda equipe habilitada formalmente no Circuito terá um cupom¹ exclusivo para que seus atletas possam se tornar ASSINANTES da Revista Trail Running.

Parágrafo 4. Os atletas somente poderão correr por uma equipe durante o ano, sendo que a janela para mudança de equipe se dará entre os dias 16/12 a 6/01 de cada ano.

Parágrafo 5. O atleta que sair de uma equipe no decorrer do ano desfalcará sua equipe e não poderá somar pontos para uma nova equipe, seus resultados e pontos somente valerão para a premiação individual.

Nota 1: O cupom somente será válido para nova ASSINATURA, não será válido para o atleta que quiser pagar somente a taxa anual de filiação.

Art. 3º: A classificação do Ranking por equipes NACIONAL será obtida através da pontuação dos atletas de cada equipe (masculino/feminino) independente da distância, ressalvado o peso de cada faixa de distância.

Art. 4º: A classificação do Ranking por equipes REGIONAL será obtida através da pontuação dos atletas de cada equipe (masculino/feminino) independente da distância, ressalvado o peso de cada faixa de distância.

Parágrafo único: Sendo certo que as equipes poderão competir e somar pontos em provas em todas as regiões do Brasil, entretanto, o ranking Regional será somente entre equipes da região específica.

Ex. Equipes da Região Norte competem no ranking da Região Norte, enquanto equipes da Região Sudeste competem com equipes da Região Sudeste.

Art. 5º: Serão premiadas as 10 (dez) melhores equipes do Ranking Nacional

Art. 6º Serão premiadas 3 (três) equipes do Ranking Regional.

1.2 Ranking – Individual

Art. 7º: Todo atleta para se habilitar na Super Copa Trail deverá se cadastrar e pagar a taxa anual de filiação, ou se tornar assinante da Revista Trail Running.

Parágrafo único: Pessoas que já sejam assinantes da Revista Trail Running, antes do lançamento da Super Copa Trail estarão, automaticamente, habilitas para as disputas, entretanto, caso a pessoa queira integrar alguma equipe, ela deverá entrar em contato com a Revista Trail Running pelo email ([email protected]) e solicitar a inclusão da equipe em seu cadastro.

Art. 8º: A classificação do Ranking individual NACIONAL será obtida através da pontuação nas provas do Circuito, independente da distância, ressalvado o peso de cada faixa de distância.

Art. 9º: A classificação do Ranking individual REGIONAL será obtida através da pontuação nas provas do Circuito, independente da distância, ressalvado o peso de cada faixa de distância.

Art. 10º: A classificação será dividida por sexo, masculino e feminino.

Art. 11º: Serão premiados os 10 melhores atletas Nacionais masculinos e femininos.

Parágrafo 1: Serão premiados, ainda, os 3 melhores atletas masculinos e femininos de cada categoria de idade.

Parágrafo 2: CATEGORIAS DE IDADE

  • 1- Menores de 23 anos (juvenil) – Categoria à parte;
  • 2- 24 a 35 anos;
  • 3- 36 a 45 anos;
  • 4- 46 a 55 anos;
  • 5- 56 a 65 anos;
  • 6- acima de 65 anos.

Art. 12º: Haverá premiação dos 3 melhores atletas de cada Região do Brasil masculino e feminino.

Art. 13º: Haverá classificação específica para atletas juvenis.

Parágrafo único. Considera-se juvenil o atleta masculino e feminino menor de 23 anos até a data da última competição do circuito.

Art. 14º: Serão premiados os 5 primeiros atletas juvenis Nacionais masculinos e femininos.

Art. 15º Haverá premiação do melhor atleta juvenil de cada Região do Brasil masculino e feminino.

  1. Pontuação e pesos das faixas de distâncias.

2.1. Pontuação:

Art. 16º: A Super Copa Trail “by” Revista Trail Running distribuirá pontos para atletas classificados entre os 10 (dez) primeiros em todas as provas do circuito (masc/fem) como segue:

 

1º = 25 pontos;
2º = 20 pontos;
3º = 15 pontos;
4º = 12 pontos;
5º = 10 pontos;

6º = 8 pontos;
7º = 6 pontos;
8º = 4 pontos;
9º = 2 pontos;
10º = 1 ponto.

 

2.2 Pesos por faixas de distâncias.

Art. 17º: As distâncias das provas terão diferentes pesos para cada faixa de distâncias.

Parágrafo 1: O intuito em adotarmos o sistema de pesos é pelo fato de um atleta que corre distâncias menores ter condições de participar de um número de provas muito maior que um atleta que corre uma distância mais larga como 100km ou 160km. Enquanto um atleta de 10km ou 21km poderia correr praticamente todo fim de semana, um atleta que corre uma prova de 160km correrá no máximo 4 provas no ano.

Art. 18º: Os pontos conquistados por cada atleta em sua classificação serão multiplicados pelo valor do peso de sua faixa de distância e este será o valor que constará em todos os rankings, seja por equipes ou individual.

  • Até 21km – peso 1;
  • Entre 22km até 49km – peso 2;
  • Entre 50km até 99km – peso 3;
  • Acima de 100km – peso 4.

Parágrafo 1: Não será considerado para efeito de “peso por faixa de distância” o quilômetro/esforço – que é o cálculo feito entre a relação distância e ganho/perda de altimetria.

Parágrafo 2: A distância a ser considerada para efeito e aplicação dos “pesos por faixa de distância” será o divulgado oficialmente pela organização da prova, sendo descartado qualquer prova em contrário oferecida por um ou mais atletas, mesmo que por associações, grupos de atletas ou assessorias esportivas.

  1. Organizadores e eventos do Circuito 2021

Art. 19º: Os eventos participantes da Super Copa Trail serão aqueles realizados por organizadores registrados previamente e que obedeçam a seleção em qualidade organizacional, percursos e estrutura.

Art. 20º: Fazem parte da Super Copa Trail as seguintes organizações:

  • Ultra do Céu
  • KTR (Kailash Trail Run)
  • La Misión Brasil
  • WTR (Serra do Mar e Arraial do Cabo)
  • Camelbak Mountain Race
  • Indomit (Bombinhas, Pedra do Baú, Serra da Mantiqueira)
  • XC Run (Búzios e Itaipava)
  • One Hundred Brasil
  • Desafio das Serras (Brasil, Ultra)
  • Circuito das Serras
  • UT Eventos (Jaraguá SkyMarathon, Extreme Winter, Odisseia Ultra e Rota das Águas)
  • TRC – Brasil (Ultramaratona dos Perdidos e Araçatuba HalfMarathon)
  • Mountain Do (Costão do Santinho, Lagoa da Conceição, Fernando de Noronha)
  • Run Brasil Ride
  • Insanity (Mestre Álvaro, Buenos Aires, Polenta Off Road, Venda Nova)
  • Mons Ultra Trail
  • Ladeiras da Penha
  • Xterra Brasil (Estrada Real, Costa Verde e Búzios)
  • UltraMacho (Senta a Púa, Vale das Águas, Águas do Cerrado, Toroari e Rondonópolis)
  • Desafio das Serras Off Road (Monte das Gameleiras, Bananeiras, Bonito e Fernando de Noronha)
  • Serra dos Matões
  • Pedra Grande
  • Desafio Delta do Parnaíba
  • Evolution
  • Desafio Raiz Tapera
  • Beach Run
  • Forrest Run
  • Caraça Marathon

Art. 21º: As datas e regulamentos são de encargo de cada evento.

Art. 22º: Assinantes da Revista Trail Running têm descontos exclusivos em todas etapas de quaisquer eventos acima citados, basta, para tanto, requisitar seu cupom no site da própria Revista Trail Running no endereço (www.rtrailrunning.com.br/eventos).

  1. Do Vale Dourado.

Art. 23: O evento “Ultra do Céu” será o evento de abertura da Super Copa Trail e os vencedores (masculino e feminino) das modalidades 80 e 50km conquistarão o Vale Dourado para a “Final da Super Copa Trail” no evento “Caraça Marathon” a se realizar no fim do ano, em data a ser anunciada oportunamente.

  1. Caraça Marathon

Art. 24: O Evento Caraça Marathon será realizado na cidade de Catas Altas, em Minas Gerais, em data a ser definida. Trata-se de um percurso único de 42km com características de Montanha de altitude, com cumes que ultrapassam os 2.000m de altitude, o terreno por ser muito técnico e por ter uma relação distância/ganho de elevação muito acentuado se apresentará como uma chave de ouro do Circuito.

Parágrafo único: Para os atletas juvenis haverá o percurso de 21km onde somente estes poderão competir.

5.1 Como participar

Art. 25. As 50 melhores equipes da Super Copa Trail estarão classificadas e cada equipe terá direito a inscrever 3 (três) atletas masculinos e 3 (três) atletas femininos, desde que tenham participado da Super Copa e não tenham corrido por outra equipe no ano vigente.

Parágrafo único: Não será necessário que os 3 atletas sejam os maiores pontuantes da equipe, eles poderão ser selecionados de acordo com os critérios de cada equipe.

Art. 26. Com o intuito de ampliar a participação de atletas juvenis, será admitida a inscrição e participação de atletas que não tenham participado da Super Copa trail.

Art. 27. O atleta juvenil que se classificar no ranking adulto poderá abrir mão de participar da prova juvenil e competir na prova adulto desde que seja maior de idade no sentido legal. Esta decisão deverá ser comunicada a organização com no mínimo 30 dias de antecedência.

Art. 28. Os 50 primeiros atletas da classificação geral (masculino e feminino) terão vaga garantida na final na Caraça Marathon em Catas Altas.

Parágrafo único: Caso algum atleta da lista dos 50 primeiros já tenham sua vaga no evento por conta de sua equipe o ter escalado, serão chamados os próximos da classificação até que se completem as vagas.

Art. 29. Serão reservadas 50 vagas para atletas de elite (masculino e feminino) independente de participação no Ranking.

Parágrafo único: Considera-se atleta de elite os atletas com os seguintes pontos ITRA:

  • Masculino: 700 pts
  • Feminino: 600 pts

A eleição de melhores do ano da RTR Awards será feita em paralelo e a premiação realizada no mesmo evento de premiação da Super Copa Trail.

Sobre Valmir Dias Lana Júnior

Diretor Revista Trail Running. Atleta de Ultra trail e chefe da delegação brasileira de Skyrunning.

Deixe um Comentário