Nova detentora do FKT Boi Preto Ultra

Danielle Reis Boi Preto

No último fim de semana a atleta, Danielle Reis, iniciou sua jornada pelas centenárias trilhas da Boi Preto Ultra, um percurso de aproximadamente 83km com 3700m D+.

O desafio se tornou ainda mais difícil pois a atleta iniciou a corrida às 23h de sexta-feira (07/05) cruzando uma madrugada de muita neblina e frio.

A primeira parte da Boi Preto são 38km sendo que 20 deles é em crista de montanha nos trechos, “fim do mundo e topo do mundo”.

Conversamos com Danielle sobre como foi completar esta travessia que já é considerada uma das mais duras do Brasil.

Passar a noite naquele primeiro trecho foi muito difícil, muito vento e não dava para enxergar nada. Frio não senti porque estava bem agasalhada e nesse trecho perdemos muito tempo dentro das nossas perspectivas.

Depois disso tivemos que correr atrás e nisso acabei me distanciando do Kleitinho.

Quando entrei na porteira que inicia o Boi realmente, uma chave virou e dei meu melhor. Me esforcei, me dediquei e fui buscar o tempo perdido.

O percurso é difícil e como é, não tem quase trégua nenhuma para recuperar. Ali é coragem, colocar em prática os treinos, esforço constante. É uma batalha e um desafio a cada momento.

Dá vontade de desistir mas nessa hora o sonho e a vontade de vencer falam mais alto e nos impulsionam. Além de saber que todos estavam torcendo por mim.

Tive apoio incrível do meu treinador. Thiago Aguiar e meu preparado, físico Klaus, que quando propus fazer a Boi Preto embarcaram no meu sonho.

Concluir já é uma realização e euforia e parabenizo a todos que seguraram esse Boi pelo chifre.

Danielle não só concluiu a Boi Preto Ultra como também é a nova detentora do FKT (Fastest Know Time – melhor tempo conhecido).

Estou surpresa e contente com meu resultado, principalmente por que meu início não foi tão bem.
Esse Boi é coisa de louco, nuuuu!!!
Mas hoje ele me proporcionou uma felicidade imensa. E eu posso dizer: venci esse Boi Bandido.
Só temos a parabenizar pelo belíssimo resultado e fica o convite a mais atletas desafiarem este “Boizão” e tentar buscar melhorar os tempos.

Seguem FKT’s

Masculino:
Solo:
– Roger Darrigrand (Supported 12h05min, Unsupported 12h24min)
– Francisco Ottoni (Self-supported 13h46min)
Feminino:
– Danielle Reis (Supported 19h05min)

Sobre Valmir Dias Lana Júnior

Diretor Revista Trail Running. Atleta de Ultra trail e chefe da delegação brasileira de Skyrunning.