One Hundred – Rio Special Stage Caminho do Ouro

Por: Valmir Lana Jr.


Um fim de semana para se lembrar para sempre!

Assim foi o dia 14 de agosto de 2021! A One Hundred chegou no mercado do Ultra Trail com um projeto audacioso e vem fazendo a diferença no cenário em tudo que se propõe a fazer.

No ano passado pudemos acompanhar de casa o “fantasminha” por 4 semanas seguidas e tivemos um grande evento para poucas pessoas e muito entretenimento, mesmo em momento de pandemia.

Para este ano a empresa deu mais um passo e fez mais um evento para privilegiados 50 atletas na belíssima e histórica cidade de Parati, no Rio de Janeiro.

A prova era de 10km subindo 1.070m e 10km descendo 1.070m com alguns pontos que dão o ar de inovação no nosso cenário, como por exemplo a premiação que chegou a R$ 7.000,00 para os três melhores de cada percurso e ainda uma viagem para a Itália com todos os custos pagos (aéreo, hospedagem, alimentação e mais 100 libras) para a disputa da grande final da One Hundred.

Mas, na minha opinião, o que mais foi inovador foi a transmissão “ao vivo” da competição com uma mega estrutura tecnológica nunca antes vista e que sem dúvidas é um marco, uma virada de página em nosso cenário trail nacional.

Quem pode acompanhar pelo canal One Hundred TV no YouTube pôde acompanhar um show de transmissão com narração, comentarista, entrevista e algumas imagens do percurso. Infelizmente o mal tempo e a chuva impediram que o show fosse ainda maior com muito mais imagens do percurso, como acompanhamento dos atletas em atividade, drones e as parciais de tempo, entretanto o teste foi muito bem sucedido e temos certeza e total confiança que a etapa Brasil do World Series será um novo marco para o nosso cenário.

Profissionalização do esporte, valorização dos atletas, retorno de mídia para os patrocinadores e parceiros, isso são alguns dos ganhos e virtudes da One Hundred para o Brasil e o mundo Trail.


Seguem os resultados

Classificação Geral – Masculino
1° lugar: Rogerio Silvestrin (1h48m22s);
2° lugar: Cleverson Secchi (1h55m14s); e
3° lugar: Genilson Souza (1h56m37s).

Classificação Geral – Feminino
1° lugar: Letícia Saltori (2h09m24s);
2° lugar: Ana Santos (2h26m57s); e
3° lugar: Rosangela Faria (2h34m32s).

King of the Hill – Masculino
1° lugar: Rogerio Silvestrin (1h06m37s);
2° lugar: Douglas Correa (1h07m37s); e
3° lugar: Genilson Souza (1h10m32s).

Queen of the Hill – Feminino
1° lugar: Letícia Saltori (1h19m37s);
2° lugar: Ana Silveira (1h26m23s); e
3° lugar: Rosangela Faria (1h26m49s)

Mountain Goat – Masculino
1° lugar: Rogerio Silvestrin (41m44s);
2° lugar: Cleverson Secchi (44m26s); e
3° lugar: Genilson Souza (46m4s).

Mountain Goat – Feminino
1° lugar: Letícia Saltori (49m46s);
2° lugar: Ana Silveira (1h00m34s); e
3° lugar: Linabel Araújo (1h03m2s).

Classificação por idade – Masculino
18 a 29 anos: Igor Reis;
30 a 39 anos: Renato Campos;
40 a 49 anos: Gleiciomar Santos; e
50 a 59 anos: Valdecir Santos.

Classificação por idade – Feminino
30 a 39 anos: Sabrina Freitas;
40 a 49 anos: Solange Mariano; e
50 a 59 anos: Maria Rodrigues.

Sobre Valmir Dias Lana Júnior

Diretor Revista Trail Running. Atleta de Ultra trail e chefe da delegação brasileira de Skyrunning.