Canfrac

Neste final de semana (12 e 13/09) 800 atletas disputaram, na Espanha, a Ultra-Trail® Canfranc-Canfranc, corrida de montanha cujo percurso principal, de 100km e 8.848m de ganho de elevação, fazem desta, a prova de 100km com o maior desnível positivo de altitude do mundo, acumulando, inclusive, dois quilômetros verticais, pelos 10 picks dos Pirineus Aragoneses.

Não só é uma corrida dura, mas também atravessa maciços rochosos bem conhecidos e míticos como Collarada, Anayet e Aspe, onde mais de 75% do percurso está acima dos 2000m de altitude.

A prova ainda conta com percursos de 75 km (6500+), 45 km (4000+) e 16 km (1600+). Devido à pandemia da Covid-19, as largadas foram individuais, com cada atleta largando sozinho a cada 30 segundos.

Marcos Ramos foi o campeão dos 100 kmom 18h15, seguido por Roberto Herrera (20h36) e Mario Rodríguez (21h05). No feminino, Jainone Sasieta foi a campeã, com 28h53, seguida por Marta Corahua (29h03) e Ana Campos (31h51).

Nos 75 km, Jordi Gamito foi o campeão, com 12h19, seguido por Ivan Agirrezabala (12h30) e Oscar Puyuelo (13h40). No feminino, vitória de Silvia Trigueros (15h17), seguida por Leticia Bullido (15h24) e Eli Ríos em 3º lugar.

Nós duros 45 km, o francês Tibaut Baronian foi o grande campeão, com o tempo de 5h15, seguido por Samuel Dávila (5h21) e Miguel  Heras (5h23). No Feminino a classificação ficou assim: 1 – Oihana Kortazar 6h37; 2 – María Ordoñez 7h37m e 3 – Eva Mesado 7h53.

Nós 16 km, presença do campeão mundial de trail, Luis Alberto Hernando, que foi o vice-campeão por apenas 2 segundos de diferença (1h47min37). O vencedor foi Servo Nadege (1h47min35). Didier Zago completou o pódio masculino com o tempo de 1h52min10. Os 16 km contaram com a presença do campeão mundial juvenil e de VK, Daniel Osanz e outros atletas que já foram campeões mundiais individuais ou na seleção espanhola. Ion Sola, com 1h52min18 e Daniel Osanz, com 1h52min34 completaram o pódio histórico, alternando Espanha e França, jovens e veteranos.

No Feminino, Servant Nadege ficou com o 1º lugar (2h08min), seguida por Sara Alonso (2h13), Gisela Bertran (2h14), Maite Maioria (2h16) e Olívia Magnone (2h21).


PROTOCOLOS

A prova seguiu diversos protocolos para prevenir a transmissão da Covid-19, como envio de kits para o endereço de cada corredor; congresso técnico on-line; largadas para as quatro distâncias distribuídas por três dias; largada individual separada por 30 segundos; aferição da temperatura dos atletas; uso de máscaras e álcool em gel antes da largada e após a chegada; manutenção de distância de pelo menos 5 metros entre os atletas durante a corrida; entrega de prêmios individual e posterior à prova; comidas e bebidas servidas em embalagens individuais nos PCs; proibição de espectadores na arena, entre muitas outras medidas.

UTWT

Este fim de semana veremos a continuação do circuito Ultra-Trail® World Tour 2020 com a Ultra-Trail Harricana ™ ocorrendo no domingo, 13 de setembro em La Malbaie, Canadá. À luz do contexto de saúde em curso, a edição deste ano da corrida será adaptada em conformidade com vários protocolos em vigor para respeitar o distanciamento social e a segurança de todos os envolvidos. O número de corredores, voluntários e membros da equipe será limitado, com apenas atletas do Canadá com permissão para participar do evento deste ano. Os planos de saúde para a corrida agora receberam luz verde do Ministério de Saúde Pública de Quebec e foram compartilhados com os atletas participantes.

“Estamos levando a situação muito a sério e a saúde de todos é nossa prioridade”, disse Marline Côté, gerente geral da Ultra-Trail Harricana ™ do Canadá. “Estamos confiantes de que podemos realizar este evento de forma ética e responsável.”

Após várias semanas de reflexão, e à luz dos desenvolvimentos mais recentes em relação à situação do COVID-19 em Quebec, a equipe Ultra-Trail Harricana ™ do Canadá decidiu que apenas as corridas de longa distância (65km, 80km e 125km) irão adiante.

Com o distanciamento sócio-sanitário e as regras sanitárias mais difíceis de cumprir nas distâncias mais curtas, os participantes inscritos nos 28km, 20km, 10km e 5km foram convidados a participar do evento “Harricana All Summer Long”.

Harricana

© Ultra-Trail Harricana™ – David Beland, all right reserved

O atual campeão do UTHC, Guillaume Barry, estará entre os elites que disputarão a corrida mais longa. No ano passado, ele alcançou seu melhor desempenho até o momento com um tempo de chegada de 13:55. Ele será capaz de bater seu próprio recorde? Entre as mulheres, Alicia Woodside, que conta com 3 vitórias, além de 10 atletas entre as 3 primeiras e 18 entre as 10 primeiras, participarão da prova de 125km.

O Ultra-Trail Harricana ™ é uma viagem autêntica e desafiadora pela natureza selvagem do Canadá. Um percurso bem equilibrado no qual a velocidade e a habilidade técnica entram em jogo, a linha de partida será definida no campo selvagem e acidentado de Charlevoix.

Os corredores terão que cruzar vários lagos e, no caminho, terão a chance de encontrar animais selvagens típicos do Canadá, como castores, porcos-espinhos e alces. No percurso serão quatro escaladas: o Monte Lac-à-L’Empêche e o Monte Morios, com suas deslumbrantes vistas panorâmicas dos arredores, a montanha Noyée, com sua crista em forma de mulher flutuando na água, e por último a montanha Noire, situada em trilhas especialmente desenvolvidas pela equipe Harricana, que proporcionam belas vistas do Mont Grand-Fonds.

Você tem dúvidas sobre como será o processo de inscrição, “running stones”, pontos e sorteio? Vejam a explicação.

Fonte: Ultra Trail du Mont Blanc (UTMB)

Em abril de 2019 foi anunciado um novo processo de registro mais flexível e aberto para acessar as corridas UTMB®. Esse novo sistema foi redesenhado para atender à crescente demanda por registros, conforme mostrado a seguir: 


21.700 aplicativos em 2018

26.022 aplicações em 2019 (+ 19,9%)

32.000 inscrições em 2020 (+ 23%)


As 4 corridas históricas (UTMB®, TDS®, CCC®, OCC e PTL®) estavam 455% completas (em comparação com 359% no ano passado): 


UTMB® menos de 1 em 6 chances de ser selecionado (415% esgotado – 9 546 candidatos)

CCC® menos de 1 em 5 chances de ser selecionado (522% esgotado – 9 922 candidatos)

TDS® menos de 8 em 10 chances de ser selecionado (158% esgotado – 2.529 candidatos)

OCC tem menos de 1 em 8 chances de ser selecionado (724% esgotado – 8 685 candidatos)


Para que todos os corredores pudessem entrar na corrida dos seus sonhos um dia, a organização teve que inovar e renovar o processo de inscrição.


O atual sistema de registro atingiu seu limite. Para continuar a atender às expectativas desses milhares de atletas, foi necessário melhorar nosso processo de inscrição. Implementamos um sistema mais flexível e aberto. Também é muito importante respeitar a saúde dos corredores – Michel Poletti, co-diretor da UTMB®.”


Novas datas de registro, “Running Stones”, sorteio, pontos de qualificação… aqui estão as quatro coisas que você precisa saber para participar do UTMB® em 2021. 

Registro com “Running Stones”
 

As running stones permitem o acesso ao UTMB® Mont-Blanc sem ter que passar pela loteria. As running stones são concedidas aos “finishers” de uma série de corridas que fazem parte do circuito mundial de 2020. Como coleciono pedras de corrida? 

Corridas “by UTMB®” O número de running stones adquiridas ao concluir uma corrida “By UTMB®” é igual a 3 vezes o número de pontos ITRA concedidos pela corrida. Por exemplo, ser um finisher em uma corrida “By UTMB®” de 6 pontos ITRA permite ganhar 18 running stones UTMB®. 

Provas UTWT
 

O número de running stones adquiridas ao concluir uma corrida UTWT é igual ao número de pontos ITRA concedidos pela corrida. Por exemplo, ser um finalista de uma corrida UTWT de 6 pontos ITRA permite ganhar 6 running stones UTMB®. Isso só se aplica a corridas no calendário de corridas UTWT. Como solicito a inscrição com running stones? 

Para se inscrever em uma corrida de 2020, você deve ter running stones suficientes no momento da inscrição: 

UTMB®: 18 running stones

CCC®: 15 running stones

TDS®: 15 running stones

OCC: 12 running stones

Validade das running stones 

As running stones expiram após 4 anos. Por exemplo, se eu colecionei 18 running stones em 2020, posso usá-las para participar de um evento 2021, 2022, 2023 e/ou 2024. Se não forem utilizados durante esses 4 anos, não poderão ser utilizados para o registro 2025. 

Entrando na loteria
 

Os corredores que não tiverem running stones suficientes para se inscreverem na corrida de sua escolha poderão participar da loteria. A partir de 2020, a loteria se tornará mais flexível. Os corredores que não tiverem sorte em sua primeira tentativa na loteria terão melhores chances de serem selecionados nos anos seguintes. A probabilidade de ser selecionado é, portanto, proporcional ao número de vezes que um corredor não conseguiu entrar nos anos anteriores. Os corredores também podem decidir se inscrever para uma corrida diferente a cada ano (por exemplo: se inscrever no UTMB® no primeiro ano e, em seguida, no TDS® no ano seguinte) ou fazer uma ou mais de um intervalo de um ano de sua corrida. 

Processo de loteria
 

É um bilhete com o seu nome para a loteria. Se você possui 2 bilhetes, seu nome aparece duas vezes, dobrando suas chances na loteria contra alguém que possui apenas 1 bilhete. Se você possui 3 bilhetes, seu nome aparece três vezes, triplicando suas chances na loteria e assim por diante. 

Pontos de qualificação
 

O registro só é possível para os corredores que já completaram algumas das corridas incluídas na lista de corridas qualificadas UTMB® entre 1º de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2020: 


UTMB®: 10 pontos adquiridos entre 01/01/2019 e 31/12/2020 (em 2 corridas no máximo)

CCC®: 6 pontos adquiridos entre 01/01/2019 e 31/12/2020 (em 2 corridas no máximo)

TDS®: 8 pontos adquiridos entre 01/01/2019 e 31/12/2020 (em 2 corridas no máximo)

OCC: 4 pontos adquiridos entre 01/01/2019 e 31/12/2020 (em 2 corridas no máximo)


Os finishers das corridas UTMB® 2018 também podem usá-las como corridas classificatórias. 

Datas de inscrição
 

1-17 de dezembro de 2020: Registro de solidarios (processo de inscrição a ser publicado em breve); 
5-12 de janeiro de 2021: Entradas diretas através de running stones e pré-inscrições para a loteria; 
20 de janeiro: Resultados da loteria; 
20-31 de janeiro: Os corredores selecionados pela loteria devem finalizar seu registro. 

Você tem mais alguma dúvida?

Faça-nos uma pergunta.