Estivemos, a convite da organização, em Nova Trento/SC para fazer o reconhecimento dos percursos da prova que está agendada para dia 27 de setembro deste ano. 

A primeira edição de um evento gera um pouco de desconfiança em relação a tudo, percurso, marcação, estrutura, capacidade de receber os atletas e toda esta desconfiança é justa, vivemos num país onde não temos muitos eventos com apoios de prefeituras e empresas, além de, muitas vezes, os responsáveis serem pessoas que não tem muita experiência em organizar eventos, ainda mais em se tratando de um evento que vem se desenhando grande para o cenário Trail. 

Fizemos um “ao vivo” dia 07 de junho onde falamos sobre todos estes pontos e também sobre muitos outros pontos, este “ao vivo” está disponível no nosso canal do YouTube e também em formato de podcast e você poderá ouvir a qualquer momento e tirar suas dúvidas. 

De qualquer forma, é preciso que falemos sobre estes pontos para que você entenda porque esta prova pode ganhar sua simpatia e lhe proporcionar uma grande experiência, afinal, este é o grande objetivo de 90% dos atletas de Trail e Ultra Trail em qualquer lugar do planeta. 

Estrutura: a primeira coisa que já nos dá segurança é a questão de suporte das autoridades locais e também dos moradores da região. Prefeitura, empresários e moradores abraçaram o evento com muita boa vontade, os proprietários de terrenos onde a prova passa estão liberando a passagem com muita boa vontade, pudemos presenciar um momento de conversa entre os organizadores e um destes proprietários e ficou nítida a boa vontade e disponibilidade deles com a prova. 

Outro ponto importante é patrocínio de empresas e como já havia dito, a Mons tem empresas que abraçaram o evento e isso possibilita que o evento trabalhe com mais tranquilidade. 

Percursos: Serão realizados 5 percursos (12, 25, 55, 85 e 104km), com uma relação média de 70% de trilha, 25% estradão e 5% asfalto. Na verdade, os trechos de estradão e asfalto é praticamente ligação entre uma montanha e outra, o que não tem muito como fugir disso. 

O tipo de terreno é basicamente de floresta fechada, com trilhas técnicas e mais travadas onde correr não é nada fácil, entretanto é possível correr bem e solto por muitos quilômetros, inclusive é um dos pontos mais positivos da prova, o mix de terreno travado e terreno corrível. 

O tênis ideal para prova é com um grip bom e em caso de chuvas, é bom caprichar no grip e proteção no cabedal, pois os chutes em galhos e pedras são inevitáveis. Eu utilizei o Columbia Montrail TransAlps, (cupom 15% no site da equilíbrio esportes: EQUILIBRIORTR), um tênis com muito grip e muita proteção no cabedal, foi uma ótima escolha. 

Uso de luvas é recomendado também por conta de termos muitos locais para nos segurar nas descidas e nos puxar nas subidas, bem como em caso de um tombo você proteger suas mãos. 

Trekking poles é aconselhável para uso em estradas pois elas tem muita subida, nas trilhas aconselhamos utilizar as mãos mesmo. 

Como chegar e onde ficar: Dois aeroportos atendem bem, uma vez que estão praticamente à mesma distância de Nova Trento; você pode chegar por Navegantes ou Florianópolis e pode se hospedar tanto em Nova Trento, Brusque, Tijucas,Porto Belo, até em Balneário Camboriú; opções não faltam. Você pode buscar mais informações de onde se hospedar no site da NeoTur (www.neoturismo.tur.br). As inscrições estão abertas no site da Ticket agora (https://www.ticketagora.com.br/e/mons-ultra-trail-29228)