Com a unificação dos mundiais de trail running e corrida de montanha em apenas um evento, que está marcado para novembro deste ano que que já foi assunto de reportagem da Revista Trail Running, voltaram à tona as discussões sobre a diferenciação entre corrida de trilha e corrida de montanha, já que o mundial terá provas das duas modalidades.

A recé-fundada Associação Brasileira de Corrida em Trilha (ABCT) publicou um conteúdo explicando as diferenças e as características de cada modalidade.

Características da Corrida em Trilha

De acordo com a ABCT, Trail, que significa trilha em inglês, é uma competição pedestre aberta a todos, em ambiente natural, com no máximo 20% do total dos caminhos pavimentados ou calçados. A extensão dos percursos pode varias de curtas distâncias, chegando a provas de ultramaratona com mais de 300 km, por terrenos dos mais variáveis, como florestas, montanhas, bosques, praias, campos, desertos, entre outros, muitas vezes incluindo grandes ganhos e perdas de elevação, o que caracteriza o conceito de altimetria.

Confira, abaixo, alguns destaques do World Trail Running Championships 2019

Características da Corrida em Montanha

São corridas que ocorrem em ambientes off-road, assim como o trail running. Em princípio, são duas formas básicas de corrida em montanha: uphill e uphill & downhill (misto de subidas e descidas). Quando é apenas uphill, a corrida é ponto a ponto (largada em um local e chegada em outro); quando é uphill & downhill, a corrida pode ser ponto a ponto, ter percurso com volta, ou até mesmo bate-volta. Como no trail, menos de 20% do trajeto pode ser em estrada calçada ou asfaltada e o ponto mais alto não pode ultrapassar 3000m de altitude. O percurso deve ser o máximo corrível, não possuindo trechos perigosos nas subidas, nem nas descidas e, quando não puderem ser evitados, precisam ser muito bem demarcados e controlados, assim como todo o percurso. Outra diferença para o trail, é que a inclinação média não pode ultrapassar 20% a cada 500m de percurso, ou seja, não pode ter mais de 100m de ganho de elevação a cada 500m. As competições oficiais têm distâncias de até 42 km e os atletas recebem hidratação ao longo do percurso.

Outra diferença da montanha pro trail é a permissão de equipamentos. Na corrida de montanha é permitido utilizar tênis, short, bermuda ou calça de compressão, camiseta, corta-vento, bonés ou viseira, bandana e relógio GPS. Não é permitido o uso de trekking poles (bastões) e mochila de hidratação.

Confira, abaixo, os destaque da Copa do Mundo de Corrida de Montanha de 2019

Órgãos reguladores do trail e montanha: O órgão regulador é o World Athletics; o ente gestor das corridas de montanha é a WMRA – World Mountain Running Association e das corridas em trilha é a ITRA (International Trail Running Association); o órgão regulador nacional é a CBAt – Confederação Brasileira de Atletismo, com as federações estaduais como reguladoras em nível de estado.

Como já noticiamos aqui na Revista Trail Running, a primeira edição do campeonato mundial unificado de corrida de montanha e trilha está programada para os dias 11 a 14 de novembro de 2021 em Chiang Mai, Tailândia. Este novo evento bienal é organizado pela World Mountain Running Association (WMRA), a International Association of Ultrarunners (IAU) e a International Trail Running Association (ITRA), com o apoio da World Athletics e substitui o Campeonato Mundial de Corrida de Montanha (1985-2019), o Campeonato Mundial de Corrida de Montanha de Longa Distância (2004-2019) e o Campeonato Mundial de Trail (2007-2019).

Este campeonato está aberto a todas as federações membros da World Athletics. As corridas de montanha terão até atletas por país, por gênero para largar e três para pontuar e serão atribuídos títulos individuais e por equipe. As corridas trail terão até seis atletas por país, por gênero para largar e três para pontuar e também serão atribuídos títulos individuais e por equipe. Com essas limitações, o tamanho máximo possível da equipe por país é de 48 atletas.

Devido ao alto custo do envio de uma equipe para o mundial e às restrições de orçamento, os Estados Unidos planejam colocar uma equipe de 34 atletas, com as seguintes alocações de eventos:

40 km de corrida TRAIL – 5 homens e 5 mulheres
VERTICAL UPHILL – nenhuma equipe dedicada (atletas selecionados para as corridas de 40 km TRAIL ou MOUNTAIN podem participar)
80 km de corrida TRAIL – 5 homens e 5 mulheres
10-12 km MOUNTAIN race – 4 homens e 4 mulheres
6-8 km Junior MOUNTAIN race – 3 homens e 3 mulheres

Critérios de seleção da equipe dos EUA

40 km TRAIL race
A Standard * – O campeão mundial de corrida em montanha de longa distância 2019, Jim Walmsley, ganha uma vaga automática para a equipe.
B Standard ** – n / a
C Standard *** – Os membros restantes da equipe serão selecionados com base nos currículos de corrida levando em consideração os melhores resultados nos Campeonatos Mundiais de Corrida de Montanha de Longa Distância de 2019 e nos Campeonatos da USATF . Os 10 primeiros colocados do 2021 USATF* Mountain Running Championships que não se qualificarem para o campeonato mundial de montanha terão seus currículos enviados automaticamente para avaliação. O comitê de seleção considerará as vitórias em quaisquer corridas listadas nos currículos enviados, porém, bons desempenhos em corridas altamente competitivas são mais importantes do que vitórias em corridas não competitivas.

80 km TRAIL race
A Standard – n / a
B Standard – n / a
C Standard – Todos os membros da equipe serão selecionados com base em currículos de corrida, levando em consideração os melhores resultados nos Campeonatos Mundiais Trail 2019 e USATF. O comitê de seleção considerará as vitórias em quaisquer corridas listadas nos currículos enviados, porém, bons desempenhos em corridas altamente competitivas são mais importantes do que vitórias em corridas não competitivas.

MOUNTAIN race
A Standard – Os campeões mundiais de corrida de montanha de 2019 Grayson Murphy e Joseph Gray ganham pontos de equipe automáticos.
Padrão B – Top 3 no 2021 USATF Mountain Running Championships. Os quatro primeiros, se Grayson Murphy ou Joseph Gray terminarem entre os 3 primeiros, ou se eles perderem suas vagas.
C Standard – Se o 2021 USATF Mountain Running Championships for cancelado ou se qualquer um dos quatro primeiros colocados recusar suas vagas, membros adicionais da equipe serão selecionados dos currículos.

Junior MOUNTAIN race
A Standard – n / a
B Standard – n / a
C Standard – Atletas com idades entre 16-19 (antes de 31 de dezembro de 2021) estão qualificados para enviar um currículo, por meio de um formulário e uma carta de recomendação dos treinadores para consideração.

Cronograma de corridas do Campeonato Mundial de Mountain & Trail Running

Sexta-feira, 12 de novembro – corrida TRAIL de 40 km, seguida de corridas VERTICAL UPHILL à noite.
Sábado, 13 de novembro – corrida TRAIL de 80 km.
Domingo, 14 de novembro – corrida de 10-12 km para cima e para baixo na MOUNTAIN (6-8 km para juniores).

*O USA Track & Field é o órgão nacional dos Estados Unidos para os esportes de atletismo, corrida de cross country, corrida de rua e corrida.

Brasil ainda não divulgou seus critérios de seleção

Em contato com Sidney Togumi, representante da modalidade trail running na Confederação Brasileira de Atletismo, nossa reportagem foi informada que, em breve, serão divulgadas notícias sobre os processos de seleção, em uma live.

Com informações da American Trail Running Association